Viagem

Passo a passo com fotos: como viajar com bagagem de mão

Modéstia a parte, mando bem a beça nessa coisa de fazer mala.

Claro, não foi sempre assim. Uma vez envenenei a bagagem com queijo holandês. Paguei fortuna de excesso na Ryanair. Cometi o mico de abrir a mala no check-in, desesperadamente rearrumando as coisas pra bagagem de mão.

Foi depois de estragar minha própria viagem (e o ombro direito) carregando sozinha uma mala pesada demais, que decidi nunca mais carregar excesso. A real é que poucas regras de bagagem são universais e a gente não sabe de antemão o que vai sobrar na mala. Isso só a experiência de cada um resolve, mas bom senso já ajuda muito.

Aqui vai uma lista de dez coisas a considerar quando fazer a mala:

– É possível lavar roupa durante a viagem? (dica: normalmente é).
– Na maioria das viagens um par de tênis e um par de sapatos são suficientes. E, vá lá, um par de Havaianas.
– Precisa de um carregador pra cada gadget? Cheque se o mesmo vale para todos.
– Seu cabelo não vai cair de ficar dez dias sem hidratação. Sua pele não vai estragar se ficar sem esfoliante. Get over it! E invista em potes pequenos para levar o que realmente precisa.
– A maioria dos hotéis tem secador de cabelo, sabonete e pasta de dente. Use.
– Pode acontecer, mas é raro precisar de casaco de neve e vestidinho de alça na mesma viagem.
– Um kit de primeiros socorros e medicamentos não é necessário se você vai viajar para lugares onde existe farmácia.
– Se você viaja com frequência, comece a colecionar os toiletries dos hotéis. Sempre dá pra usar numa próxima viagem.
– Leitor: Kindle > livro de papel.
– SEMPRE deixe uns 20% de espaço sobrando. Você vai precisar.

A malinha abaixo é pra passar dez dias em São Francisco (contei aqui). Além da mala de mão com rodinhas, levo uma bolsa grande onde cabe MacBook, caderno, documentos, câmera (a minha é pequena) e afins.

A única coisa teoricamente dispensável mas não abro mão é um guia de viagem – aí é mania pessoal mesmo. Dessa vez estou levando o de San Francisco porque a Maureen Wheeler (fundadora da Lonely Planet) é uma das professoras da Book Passage 2015. Vai que rola um photo opp?

** MAIS **

Mailing do How to Travel Light: uma vez por mês, de graça, só com os posts mais legais -> clique aqui e não perca nenhum!