Brasil, Hotel Life, Viagem

Belo Horizonte: livros e cafés da Savassi

Savassi, Belo Horizonte, Rogerio Fernandes

Primeira coisa: por que é A Savassi?

Bom, em Belo Horizonte me contaram que a área ganhou esse nome por causa de uma praça. Que nem verdade nem é bem uma praça, mas algo mais parecido com um cruzamento. E que nem chama Savassi, mas Praça Diogo de Vasconcelos. Só que nos anos 1930 ali tinha uma padaria de um italiano, essa sim Savassi, e o cruzamento se tornou Savassi por associação e pegou.

Muita gente em Belo Horizonte considera que a Savassi não é um bairro e que na verdade a área fica no bairro Funcionários. E está certo, uma vez que Funcionários foi previsto na construção de Belo Horizonte há exatos 120 anos e é onde fica a Praça Diogo de Vasconcelos. Mas desde 2006 Savassi foi oficialmente reconhecida pela Prefeitura, então a área delimitada a leste pela Avenida Afonso Pena e a oeste pela Rua da Bahia é Savassi sim. E, por mais que há muito não seja mais o bairro boêmio do passado, continua sendo a área mais gostosa da cidade, cheia de cafés, livrarias, restaurantes e lojas legais. Arborizado e com calçadas largas, é fácil e agradável de circular a pé.

Também é onde fica o Holiday Inn Savassi, hotel campeão de recomendações do TripAdvisor em Belo Horizonte, e que me hospedou durante a estada em novembro passado. Como comentei no primeiro post dessa série sobre BH, ao viajar sozinha é legal procurar ficar em um bairro central, que seja fácil de conhecer e tenha opções de coisas para fazer andando. Em Belo Horizonte, a Savassi com sua concentração de cafés, restaurantes e lojas é sua melhor opção.

Abaixo, algumas dicas do que mais gostei. Também vale também consultar a programação atualizada do bairro no GuiaBH e do BHDicas.

O que fazer

pdq da Pão-de-Queijaria

Escolha alguns dos pães de queijo no menu da Pão de Queijaria. A casa, aberta há quatro anos, faz fornadas do melhor pão de queijo da cidade que podem vir recheados ou não. Se houver fila, não se abale: vale cada segundo da espera.

 

Livraria da Rua, Belo Horizonte

Tire uma tarde para conhecer as boas livrarias da área, como a nova Livraria da Rua, que tem lançamentos de editoras independentes, um café interior bem simpático e fica anexa a uma bela loja de vinhos.

 

Belo Horizonte, loja Rogerio Fernandes

Aproveite para caçar roupas e acessórios bacanas no bairro como as bolsas do Adô Atelier ou a loja do Rogerio Fernandes, com obras (de todos os preços) inspiradas em seus grafites visíveis nas ruas do bairro (como a que ilustra esse post, lá em cima!) que você pode levar pra casa.

 

Prove os cafés locais em cafés como o OOP, o tradicional Café com Letras ou a Academia do Café, que oferece cursos e degustações especiais como essa, acompanhada de queijos mineiros. Foto: Academia do Café, divulgação.

 

Fachada da Casa Bonomi, uma das deliciosas padarias do bairro, que serve lanches rápidos e pães artesanais para levar para casa.

 

Savassi, calçadão

Domingo, fim de tarde? Hora de pegar shows de chorinho nos bares do calçadão da Savassi. Petiscos mineiros e cerveja gelada acompanham.

Leia também

Fui Sozinha: Belo Horizonte

Importante