3 Travel Bloggers, Comida, Portugal, Viagem

Coisas sobre Portugal que você talvez não saiba

Portugal: Farol do forte de Sao Miguel Arcanjo em Nazaré. Foto: Gaía Passarelli

Portugal é bem conhecido dos turistas brasileiros, que vêem aqui uma porta para visitar Europa, e também vizinhos geográficos como espanhóis, ingleses e franceses. E de uns anos pra cá cada vez mais gente tem saído do roteiro Lisboa-Algarve e investigando o que há de delicioso, especial e impressionante no Porto, Alentejo, Serra da Estrela e em outras locações do pequeno-grande país. Cada vez que venho a Portugal aprendo algo e tenho a sensação de que o assunto nunca vai esgotar. Abaixo, algumas coisas sobre o país.

Portugal é um dos melhores destinos gastronômicos do mundo (e um dos países mais baratos para comer na Europa)

Uma boa refeição, ou uma mesa de petiscos, pode sair por menos de dez euros (incluindo uma taça de vinho). Embutidos, queijos, azeite e bacalhau, além de pastéis de nata e outras sobremesas com alta concentração de açúcar, estão em todo o país. Há quem diga que Portugal não é um país para vegetarianos, mas a riqueza de vegetais e queijos ajuda aqueles que não comem carne.

Mariscada: frutos do mar frescos, sempre grelhados ou cozidos. Foto: Madomis Tours Portugal.

Mariscada: frutos do mar frescos, sempre grelhados ou cozidos. Foto: Madomis Tours Portugal.

O diminuto território português não sofre alterações de fronteira desde sua fundação em 1143.

É menor que o estado de São Paulo, sim. Mas também é o país europeu com fronteiras mais longevas, apesar das invasões constantes dos vizinhos espanhóis e franceses. Algumas das fortalezas mais antigas de Portugal estão justamente em suas fronteiras, já que serviram como proteção ao longo da história. É o caso das muralhas de Valença do Minho e do forte de Peniche.

Falando em praias, Portugal tem cerca de 70% do seu litoral aproveitável. E as maiores ondas surfáveis do mundo estão na costa portuguesa, mais exatamente na Praia do Norte de Nazaré, onde Garrett McNamara bateu recorde de maior onda já surfada: 23 metros. As ondas lá chegam a assustadores 30 metros quando os ventos ajudam.

Homenagem a Garret McNanamara no Forte de São Miguel Arcanjo, em Nazaré.

Homenagem a Garret McNanamara no Forte de São Miguel Arcanjo, em Nazaré.

Portugal produz muito mais que bacalhau seco e vinho do Porto.

A mais antiga demarcação de região vinícola do mundo é o Douro onde, entre outras preciosidades vinícolas, se faz o vinho do Porto. Há séculos o vinho do Porto é um dos principais produtos de exportação do país, e é uma das coisas que vem à cabeça quando falamos de coisas de Portugal, junto com azeite e bacalhau. Mas o principal produto de exportação português é a cortiça, usada para rolhas e quadros e cada vez mais presente em itens do dia a dia como guarda-chuvas e chapéus.

Árvores de cortiça no seco do Alentejo, a maior (e mais deserta) região de Portugal.

Árvores de cortiça no seco do Alentejo, a maior (e mais deserta) região de Portugal. Foto: Mauro Rodrigues/Shutterstock.

Portugal tem o melhor peixe do mundo.

A costa pode ser pequena (tem menos de mil quilômetros) mas é especialmente fértil e generosa. Além das sardinhas, carapaus, agulhas e douradas aqui também há lagostas, polvos, camarões-tigre, ameijôas e perceves, essas pequenas delícias com aspecto pré-histórico e gosto do mar. Esse título de “melhor peixe” pode parecer subjetivo, mas é embasado por chefs estrangeiros como Ferran Adriá e por dados científicos.
Portugal Melhor Peixe do Mundo

Gráfico: APTECE

 

 

O turismo religioso é fortíssimo em Portugal.

Dá pra resumir com uma palavra: Fátima. Mas isso seria injustiça com locais de peregrinação muito mais antigos, caso de Sítio Nazaré, um penhasco sobre a cidade de mesmo nome que desde o século 12 atrai fiéis para ver a imagem da Nossa Senhora de Nazaré. Até Vasco da Gama esteve lá pedindo benção para sua viagem à Índia. Coimbra, onde viveu a Isabel de Castela (mais tarde canonizada Santa Isabel) e Bom Jesus do Monte são outros locais de peregrinação.

O país também guarda relíquias como a pequena cruz de ferro usada por Cabral na primeira missa em solo brasileiro (em 1500 na Costa do Descobrimento, sul da Bahia). Essa está guardada no tesouro da rica Sé de Braga, a mais antiga catedral de Portugal e uma dos mais importantes construções do país, tanto em relevância histórica quanto em beleza arquitetônica.

Sé de Braga, Portugal

Sé de Braga, Portugal. Foto: StockPhotosArt / Shutterstock.com

 


*** Estou em Portugal com o 3 Travel Bloggers em roteiro promovido pela APETECE, entidade que promove o patrimônio gastronômico de Portugal.