Itália, Viagem

#ExploreItaly me chama que eu vou

“Oi, aqui é da Eurail, o que você acha de passar duas semanas viajando conosco pela Itália de trem?”

Começou mais ou menos assim. Falei que ia pensar, já sabendo que tinha topado. A chance de juntar as coisas que mais gosto (viagem, Itália, trem) não aparece todos os dias. Arrisco dizer até que só aparece uma vez na vida.

A estação de trem de Milão. “Ever since childhood I have seldom heard a train go by and not wished I was on it” – Paul Theroux, escritor e padroeiro dos escritores entusiastas de ferrovias do mundo. Foto: Eurail.

Enfim, depois de um mês de vai e vem de emails, sexta-feira desembarco em Milão para o o primeiro dia do #ExploreItaly. O projeto é parceria entre a ferroviária Eurail, o AirBnb e tour Walks of Italy. São eles que vão me guiar junto com outros bloggers (que ainda não conheço!) pela terra-mãe até meados de junho.

Gosto de dizer que a Itália é meu país preferido no mundo, mas isso é coisa de paulistana com sobrenome europeu. A verdade é que só estive na Itália uma vez, aos 17 anos. Lembro de fazer a talvez melhor refeição da minha vida (um espaguete com limão e pimenta do reino) numa biboca em Roma depois de aceitar sair pela cidade numa lambreta com um completo desconhecido. De comemorar numa Veneza ensandecida a vitória do Brasil sobre a Itália na final da Copa do Mundo (aquela dos pênaltis, lembra?). De caminhar por Florença sofrendo de amor por um namorado alemão que tinha abandonado duas semanas antes. De achar o fim que a Catedral de Milão não coubesse no visor da máquina fotográfica de jeito nenhum. E de ficar triste por não ter viajado de trem. Não sei o que vou repetir da viagem anterior, mas pelo menos isso é fato: dessa vez vou de trem!

Florença, uma das cidades mais famosas e encantadoras da Itália. Estive lá aos 16 anos e nunca voltei. Mas tô voltando! Foto: Eurail.

Posso estar com a manha de preparar mala rápido, mas não tem uma viagem que não dê frio na barriga antes de sair de casa. Agora não é diferente. E assim como nas últimas viagens, vou contar tudo enquanto estou na estrada e você pode acompanhar no instagram e twitter. Ah, a pedidos de uma leitora :) ando tentando desvendar a agilidade misteriosa do SnapChat, segue lá -> GaiaPassarelli.