Comida, Livro, Portugal

Comida com afeto: receitas de Portugal

Um livro que regista “uma nação gastronomicamente abençoada”, resultado de uma viagem de um mês por todas as regiões de Portugal. O blogger português Nelson Carvalheiro e o fotógrafo italiano Emanuele Siracusa ganharam vários quilos ao percorrer todo o país em busca de receitas tradicionais e deliciosas.

Como Nelson explica no prefácio, “não tentamos reinventar a gastronomia portuguesa”. As mais de cinquenta horas de gravação e trinta mil fotografias foram organizadas em nove capítulos diferentes, dedicados à regiões ou ingredientes específicos.Viagens pelas Receitas de Portugal não é exatamente um livro de receitas, mas o registro sentimental, de grande valor afetivo, dos sabores, ingredientes e técnicas das receitas de Portugal

Você vai encontrar bacalhau, vinho verde e doces conventuais. Mas também percebes (esse marisco maravilhoso abaixo), carne barrosã, cozido de grãos, pastel de Chaves, tripas, arroz de sarrabulho. O roteiro feito por Nelson e Emanuele é o quase mesmo que eu tive o prazer de fazer com o Portugal Food Stories há cerca de um ano.

Perceves: pequenas patas de dinossauro com gosto do mar. Foto Emanuele Siracusa.

Perceves: pequenas patas de dinossauro com gosto do mar (foto: Emanuele Siracusa)

Viagens pelas Receitas de Portugal é uma criação de Nelson Carvalheiro com apoio da APTECE, com receitas de portugueses de todo o paí e fotografias de Emanuele Siracusa. Está disponível em português e inglês. Compre aqui. Mas esteja avisado/a: é um livro que dá fome.

Receitas de Portugal em São Paulo

Do alto do meu desconhecimento de causa, arrisco dizer que a Tasca da Esquina (que não é tasca, nem fica numa esquina) serve a melhor comida portuguesa de São Paulo. Os prêmios recebidos pelo restaurante, aberto pelo chef português Vitor Sobral em 2011, podem confirmar a teoria. Mas normal se você prefere outro, quem sabe conhece um restaurante portuga pequeno no bairro que faz um bacalhau melhor que aquele preparado pela avó nos almoços de Páscoa. As receitas de Portugal têm essa qualidade afetiva mesmo.

Das influências européias na mesa paulistana, a portuguesa talvez seja a mais presente. Pense na padaria da esquina, na figura do português bigodudo atrás do balcão, na vitrine com pastéis de nata (porque pastel de Belém, só em Belém!). Essa é só uma face da comida lusa por aqui. A comida portuguesa é tão presente (alô, bolinho de bacalhau do boteco!) que é fácil esquecermos o quanto ela pode ser sofisticada e elaborada.

Estive visitando com uma amiga há uma semana, para almoço. Fomos “nas mãos do chef”, corruptela simpática para o menu degustação que varia a cada dia. A degustação pode ter entre três e sete pratos. Fomos na de cinco, mais sobremesa. Destaques: o arroz de camarão, molhadinho e suculento, e o bacalhau em lascas com batatas, gratinado, leve e saboroso. A extensa carta de vinho é toda portuguesa, claro, honrando todas as regiões vinícolas do país e com várias opções de vinhos a ótimos preços.

Atenção: pode pedir ginja de Óbidos que tem.

Tasca da Esquina
Alameda Itu, 225 – Cerqueira César, São Paulo
https://www.facebook.com/tascadaesquinasaopaulo