Música

Skrillex e o dubstep pop

Então quer dizer das grandes apostas do LollaBR (ah, vai, você sabe) é o Skrillex.

QUEM? você pergunta. O PRÍNCIPE DO DUBSTEP, o HRO responde.

Skrillex é alcunha de Sonny Moore (que, convenhamos, é um nome muito mais legal) e é hype atual da imprensa pop-musical, erroneamente dentro do chamado (pós) dubstep. Ele arrebata fãs na América do Norte, ganha horário nobre em escalações de festivais e, tcham, foi capa da Spin.

http://www.youtube.com/watch?v=ohw0zGIxnRU

Eu acho que o que estamos vendo é apenas dance music para o jovem de hoje. Do dubstep mesmo (leia aqui excelente artigo, em português, no rraurl.com de 2009) Moore usa as batidas quebradas, muito grave, microsampling e oscilações. Mas ao invés do experimentalismo sinistro comum ao estilo na Inglaterra, ele leva pra essa sonoridade synth-wave-apocalíptica, da qual o Justice e todos os DJs da Crew já abusaram. Eu sei que vivemos em tempos em que a música é uma coisa cada vez mais difícil de categorizar – e pra que né? Mas mesmo quando o dubstep já nem é mais tão dubstep assim dá pra admirar do clássico Burial de 2007 até a faixa mais emo do James Blake. Skrillex simplifica e coloca estereóides baratos nas batidas e melodias. Fica assim.

http://api.soundcloud.com/tracks/24715454
http://api.soundcloud.com/tracks/21792829

Mas Sonny Moore é um fato, vem aí e é a versão pop de uma coisa que vem acontecendo faz tempo, essa mistura de uma eletrônica barulhenta e dançante com tudo que encontrar pela sempre – rap anos 90, dance music farofa, heavy metal. Tudo com visual pós-emo e rótulo “radical”. Só rótulo, claro.

http://api.soundcloud.com/tracks/26366873

Mas vale lembrar que o Skrillex é cria da absurdamente eclética música vinda da Califórnia hoje. Los Angeles é epicentro de uma interessantíssima cena musical que inclui de Ariel Pink a DâmFunk e Flying Lotus. Deve ser alguma coisa na água.

Rave on!

http://api.soundcloud.com/tracks/24715050

 obs: Girls That Look Like Skrillex. No, really.