Tá Todo Mundo Tentando
Tá Todo Mundo Tentando
Tá todo mundo tentando: alma repleta de chão
5
0:00
-4:16

Tá todo mundo tentando: alma repleta de chão

Milton, Gal e olhar para o passado com graça
5

A alma repleta de chão

Para ler ouvindo: Vapor Barato (Youtube/Tidal). Obrigada por tanto, Gal.

Anteontem perdemos, em questão de horas, Gal Costa e o Rolando Boldrin. E a primeira coisa que pensei, perdão, foi que bom que vi Milton Nascimento cantar há uma semana, no último show dele em São Paulo — o último de todos é logo mais em Belo Horizonte.

Vou aos shows, de qualquer tamanho ou tipo. Sou uma pessoa pequena, só enxergo ombros, o som chega embolado nos meus ouvidos e, no geral, não me sinto bem no meio de muita gente. Escolhi ir nesse por captar um sentimento de despedida de algo grandioso. Como a Elle publicou sobre a morte da Gal essa semana: estamos vendo o fim de uma era luminosa da música brasileira.

Quando a banda que acompanhava Bituca começou os primeiros acordes da melodia de "Ponta de Areia", meu coração começou a desaguar. Não parou ainda. Essas músicas são uma parte enorme de quem somos. Músicas do Milton, do Lô Borges. Músicas cantadas pela Elis, pela Gal, pela Bethânia. Músicas do Caetano, do Gil, do Chico Buarque, do Djavan. Músicas da Violeta Parra, da Mercedes Sosa. Ouvi-las, na voz de Bituca acompanhado por centenas de pessoas na plateia, me levou para um lugar que eu tinha esquecido.

Através do coro da platéia que incentivava Bituca a continuar cantando apesar do cansaço,  achei algo com que me conectar: a música que minha mãe cantava no carro quando eu era criança, a música que a banda do meu pai tocava em todos os shows, a música que eu cantei uma vez, em outra vida, caminhando de mãos dadas na praia de Itaúnas quando ainda era uma vila de chão batido.

E então, teve o dia seguinte.

Há 35 anos, uma tia-avó me escreveu uma carta. Só li agora — agora mesmo, sábado passado, após o show do Milton.

A carta é longa e escrita em letra miudinha. Fala de viagens e de livros, bichos e música. E fala da minha família também. Ler foi como ouvir as músicas na noite anterior, reencontrar um chão que eu tinha perdido — quando? Não sei dizer. Envelhecer tem essa qualidade surreal de nos tornar quem sempre fomos, mas eu tô só na metade da vida e ainda tem muito que não sei, não entendo, não enxergo. Mas sei que sem as músicas eu não estaria preparada para ler e portanto, não tinha mesmo que ter lido antes.

No meu peito, agora, tudo é uma grande bagunça sul-americana com cheiro de café passado, com fumo solto em cima de papel de pão, com jornais em cima da mesa da cozinha, a tv mostrando os protestos pelas eleições diretas, adultos falando alto, crianças se metendo em problema, gatos, cães, plantas, papagaios e em algum lugar a Gal cantando que o amor é azulzinho.

Continuo procurando o sentido, apesar do meu mapa astral que é todo água e fogo e apesar do meu coração de vendaval. Sempre com os pés firmes na terra, sempre com a alma repleta de chão.

por Tiago Lacerda @elcerdo


A Tá Todo Mundo Tentando é uma newsletter apoiada pelos leitores. Assine ou torne-se apoiador para ter acesso a todo o arquivo e receber emails especiais toda semana:


Essa edição é um oferecimento da Refúgios Urbanos, uma imobiliária feita por (e para!) amantes da arquitetura #ad

O Copan é o prédio mais icônico de São Paulo e sua fachada é praticamente um cartão postal da cidade. Mas você já quis saber como ele é por dentro? Bom, agora você pode: a Fernanda Prada, especialista em Copan da Refúgios Urbanos te leva pra uma espiadinha e conta por que esse é um prédio como nenhum outro.

Leave a comment


👚 Roupateca #parceria

Não sei vocês, mas eu tenho horror ao excesso de consumo do fim do ano. Em todas as esferas é esse empurrão de produtos e serviços alardeados como imperdíveis mas que quase sempre tem nenhum efeito positivo real. Mas com olhar atento e prestando atenção pra não cair em roubadas nem praticar um consumo irresponsável, sempre dá pra achar alguma oferta de algo que você precisa. Tipo essa promoção de planos da Roupateca durante o mês de novembro:

A post shared by R O U P A T E C A (@roupateca)

Pra conhecer e experimentar, vai no site e usa o código GAIA15 para ter 15% de desconto no primeiro mês de assinatura de qualquer plano mensal!


🌺 Cinco links para se despedir de Gal

Tchau, baby. Artistas, políticos e influenciadores homenageiam Gal Costa e lamentam a morte da cantora, ícone da MPB, que faleceu nesta quarta-feira, aos 77 anos (Headline)

Gal Costa foi expressão máxima do conceito de intérprete brasileira. A comoção pela morte da cantora é natural porque, entre muitos motivos, marca o início do fim de uma época luminosa de nossa música, cujos filhotes se esparramam por todo o Brasil. (Elle)

Gal Costa foi voz definitiva da MPB, símbolo da tropicália, do desbunde e da liberdade. Cantar foi a vocação única dessa estrela solitária que deixou um legado ímpar ao longo de mais de 50 anos de carreira. (Ilustrada)

A trajetória de Gal Costa na música brasileira. Ícone do tropicalismo e uma das vozes mais poderosas da história do país, a cantora morreu aos 77 anos. Relembre sua carreira, da inspiração na bossa nova aos trabalhos mais recentes. (Nexo)

Ladrilho Hidráulico
Gal, divina maravilhosa
Não foi fácil escrever esta newsletter logo depois de saber da morte da Gal. A voz dela não cabe numa vida, eu sei. É essa coisa bossa nova e rock and roll. É convite, chamego, festa, desbunde, e é ainda o mergulho na tristeza mais abissal e a luz que tira dessas trevas. No meu ouvido acostumado a Gal desde o berço, ela sempre foi a maior, a voz mais li…
Read more


💌 leia também

Tá Todo Mundo Tentando
🥘 Guia Paulicéia: 11 lugares para almoçar em Pinheiros
Estava eu entre compromissos numa terça-feira qualquer na cidade e soltei no Twitter…
Read more
Tá Todo Mundo Tentando
📚 🎞️ 🎙️ Ler, ver e ouvir: dicas de outubro (com atraso!)
Para ler ouvindo: a playlist da Tá Todo Mundo Tentando no Tidal Oi, gente! Como expliquei na edição de setembro (faz tempo!) a TTMT andou passando por mudanças para organizar melhor a quantidade semana…
Read more
Tá Todo Mundo Tentando
Tá todo mundo tentando: respirar
Listen now (4 min) | Para ler ouvindo: Milton Nascimento, Para Lennon e McCartney (Tidal/Youtube) Respirar Não sei vocês, mas eu quero demais olhar pra frente. Sei que teremos que lidar com o alto custo dos últimos anos. Se…
Listen now

leia todas as edições da TTMT

5 Comentários
Tá Todo Mundo Tentando
Tá Todo Mundo Tentando
Uma newsletter sobre o mal-estar da vida na São Paulo dos anos 2020 | por Gaía Passarelli -> http://gaiapassarelli.substack.com
Ouça em
App Substack
RSS Feed
Link de configuração do e-mail no celular
Aparece no episódio
Gaía Passarelli